Aqui procurarei depositar retalhos de Estórias e da História de Mossâmedes (Moçâmedes, actual Namibe), uns, resgatados às páginas de antigos livros e documentos retirados das prateleiras de alfarrabistas, ou rebuscados no interior de bibliotecas, reais e virtuais... e ainda outros, fundados em testemunhos de vivos e experiências vividas. Porque é nas estórias e na História, naquilo que de melhor ou pior aconteceu, que devemos, todos, portugueses e angolanos, europeus e africanos, buscar ensinamentos, para que, não repetindo os erros do passado, sejamos capazes de nos relançar e progredir no futuro, enquanto pessoas e cidadãos. Citando o Padre Ruela Pombo (*): "Os mortos guiam os vivos!... É verdade: sem freio nem chicote...O passado impõe-se ao presente, e garante o futuro.O homem egoísta é inimigo do verdadeiro Progresso e prejudicial à Sociedade. É esta a minha ...ilusão!"



(*) in
“Paulo Dias de Novais e a Fundação de Luanda – 350 anos depois...”, 2 de Dezembro de 1926 – Arquivo Histórico Ultramarino, Lisboa, Portugal












domingo, 30 de março de 2008

Rua dos Pescadores:zona do Hotel central e Drogaria Rosa: anos 50































Esta rua, até 1975, era a Rua dos Pescadores, entre a Avenida da Praia do Bonfim e a Rua das Hortas. Ali ficavam o «Hotel Turismo», o belo edifício «Grémio da Pesca», a «Drogaria Rosa», o Hotel Central, a nova sede do «Banco de Angola», o «Jornal O Namibe», a «Casa das Noivas», etc., etc.

Não sendo tão movimentada quanto a Rua das Hortas, esta rua era na altura uma das mais movimentadas da cidade, como aliás, se pode ver através das foto aqui apresentadas, da autoria do fotógrafo Salvador.

Na 1ª foto, podemos ver a Rua dos Pescadores, na zona que entre as traseiras do edifício da Alfândega (à esq.) e o Hotel Central (vulgo Hotel do Patalim), (à dt.).

Na 2ª foto, o mesmo local, porém numa perspectiva diferente, Aqui podemos ver também, à dt., o clássico edifício de 1º. andar do Grémio da Pesca, seguido da casa de Mário de Sousa, dos escritórios do Romão e da Parceria de Pesca, já junto ao Hotel Central (à dt. ). À esq., as traseiras do antiquíssimo mas sempre conservado edifício da Alfêndega.
MNjardim
Fotos do fotógrafo Salvador

1 comentário: